27 de nov de 2018

Casa da Acolhida é o tema da reunião do Conselho de Segurança nesta quarta, 28

O Conselho Comunitário de Segurança de Lorena- CONSEG- se reúne nesta quarta-feira, 28/11 a partir das 19h30 em sua 11ª Reunião Ordinária deste ano, na Casa da Cultura.
Na pauta, o trabalho da Casa da Acolhida, importante instituição parceira do município que realiza atendimento a pessoas em situação de rua e viajantes, além das ações desenvolvidas pela Polícia Militar e pela Guarda Civil Municipal nos últimos meses em nossa comunidade.
As reuniões são públicas e abertas, sendo espaço para conhecer e debater o trabalho desenvolvido por todos na complexa questão da segurança pública.
A Casa da Cultura fica localizada pela rua Viscondessa de Castro Lima, n° 10, Centro.

12 de nov de 2018

Prazo para inscrição vestibular da ETEC se encerra às 15h desta segunda, 12

Termina às 15h desta segunda-feira, 12/11, prazo para se inscrever no vestibular das ETEC- Escolas Técnicas Centro Estadual Paula Souza.Na unidade Lorena Padre Carlos Leôncio da Silva, são oferecidas 320 vagas em cursos, inclusive alguns integrados ao ensino médio em tempo integral.Os interessados devem acessar o site https://www.vestibulinhoetec.com.br/inscricao/dados-acesso.asp, tendo em mãos Cpf e um email válido e recolher pagamento de R$30,00 da taxa inscrição

Veja cursos oferecidos
 Administração Integrado ao Ensino Médio - 40 vagas - integral;
 Marketing Integrado ao Ensino Médio - 40 vagas - integral;
 Serviços Jurídicos Integrado ao Ensino Médio (novo) - 40 vagas - integral;
 Logística - M-TEC - Ensino Médio com Habilitação Profissional Técnica (novo) - 40 vagas - tarde;
 Administração - 40 vagas - noite;
 Logística - 40 vagas - noite;
 Segurança do Trabalho - noite;
 Administração - M-TEC - Ensino Médio com Habilitação Profissional Técnica (novo) - 40 vagas - manhã (esse curso oferecido na Extensão E. E. Gabriel Prestes).



Resultado da ADL de 3,9 mantém Lorena em estado de alerta para risco de epidemia de dengue

A ADL (Avaliação de Densidade Larvária) realizada em Lorena no mês de outubro trouxe um resultado preocupante para a cidade.
Em 3,9% dos imóveis pesquisados foram coletadas larvas do Aedes aegypti. O índice considerado aceitável pelo Ministério da Saúde é de no máximo 1%.
Se comparado ao último índice de 1,3%, realizado em um levantamento no mês de julho, houve aumento significativo. O motivo, segundo a equipe da Vigilância Epidemiológica, é chegada de uma estação quente e chuvosa, o que favorece o surgimento de criadouros.
Apesar de Lorena não registrar casos confirmados de dengue desde abril de 2017, com 3,9%, a cidade entra em estado de alerta para uma possível indicação de epidemia de dengue. É importante ressaltar que o mosquito Aedes também transmite outras doenças graves, como Chikungunya, Febre Amarela e Zika Vírus, por isso o cuidado deve ser redobrado.
Ainda segundo a ADL, os bairros com maior índice de focos do mosquito foram Vila Brito, Vila Nunes, Parque Rodovias, Bairro da Cruz, Cidade Industrial, Vila Hepacaré e Jardim novo Horizonte. Nestes locais, a Secretaria de Saúde realiza um trabalho intensificado, com mobilização dos agentes, limpeza e conscientização dos moradores.
Os principais focos de proliferação encontrados no levantamento estão no acúmulo de água em reservatórios deixados nos quintais e terrenos, como baldes, latas e frascos, demais materiais inservíveis e materiais de construção, que podem ser combatidos com a limpeza dessas áreas pelos proprietários e descarte correto de lixo, e nos ralos externos, local que deve receber manutenção com cloro ou água sanitária, a cada três dias, ou colocação de tela.
É importante que a população colabore, realizando nova vistoria em seus imóveis após cada chuva. Somente a eliminação de criadouros pode fazer com que o índice de infestação seja reduzido, diminuindo os riscos para a população. Quanto menor a infestação, menores são os riscos de transmissão de Dengue, Chikungunya, Zika e Febre Amarela.
Sobre a Febre Amarela, em especial, cabe salientar que a vacina preventiva já está na rotina do calendário de imunização desde julho, com disponibilização da dose padrão, não mais a fracionada.



Com colaboração e imagem: Secretaria Municipal de Comunicação Social- Prefeitura Municipal de Lorena
/body