3 de fev de 2016

PM realiza "Operação Carnaval" nas cidades da região, confira dicas de segurança

No período de carnaval, o 23º Batalhão de Polícia Militar do Interior desencadeará a Operação Carnaval na área sob sua circunscrição, que compreende os 17 municípios (Lorena, Canas,Piquete, Cachoeira Paulista, Guaratinguetá, Cunha, Aparecida, Roseira, Potim, Cruzeiro, São José do Barreiro, Lavrinhas, Silveiras, Arapeí, Areias, Bananal e Queluz) que começará na sexta-feira, dia 05, e terminará na quarta-feira, dia 10/02.

Policiamento será intensificado com Operação Carnaval que tem início na próxima sexta-feira e se estende até a Quarta-Feira de Cinzas, 10/02
O policiamento  terá um reforço, para isso, serão reduzidas as folgas e serão empregados policiais militares que atuam em serviços administrativos.
Com esse reforço, haverá uma intensificação nas ações de policiamento ostensivo na região. Os etilômetros serão empregados em operações, com o objetivo de prevenir acidentes de trânsito causados pelo uso indevido de bebidas alcoólicas. Haverá também operações nas principais vias de acesso aos municípios, com a finalidade de apreender armas e entorpecentes.
Além do reforço no efetivo, haverá também um reforço no número de viaturas que serão empregadas na região. As equipes terão sua ação intensificada nas Áreas de Interesse para a Segurança Pública mediante prévio mapeamento e monitoramento por parte da inteligência policial, além de ações policiais que serão desencadeadas, em áreas específicas.
Esse reforço no policiamento visa atender não apenas à demanda de policiamento no período de Carnaval, como também propiciar maior segurança às pessoas que permanecerão em suas residências ou aproveitarão a oportunidade para viagens ao Vale Histórico, Litoral Norte ou Região Serrana.
No período de Operação Carnaval serão intensificadas também as Ações Força Comunitária (Bares e Abordagens Simultâneas principalmente), nos municípios da região, até mesmo porque, essa metodologia de emprego do policiamento tem justamente o objetivo de maximizar as ações do policiamento, atuação de maneira proativa na prevenção ao cometimento de delitos.
É muito importante a participação da comunidade para que todos tenham um período de Carnaval tranquilo e sem incidentes, e, nesse sentido, algumas orientações de segurança podem contribuir:

A segurança de sua casa:
 Comece a prevenção a crimes certificando-se de que sua residência estará protegida enquanto você estiver fora. O segredo é fazer com que sua casa aparente estar habitada; Antes de entrar ou sair de casa, verifique a presença de pessoas estranhas. Na dúvida, avise seus familiares e ligue 190;
 Mantenha sempre à mão os telefones de emergência da Polícia Militar - conheça a localização dos postos policiais de seu bairro e instrua seus familiares e empregados de como proceder em caso de perigo ou de simples observação de suspeitos nas imediações;
 Tenha especial atenção em trancar portas e janelas quando você sair de sua casa, mesmo por pequenos intervalos;
 Quando você for viajar peça para que um vizinho ou amigo recolha sua correspondência, instale dispositivos automáticos para luzes externas e internas, sempre procurando dar a impressão de que sua casa esta ocupada;
 Cuidado ao parar em frente a sua residência, especialmente quando for abrir o portão ou descarregar seu veículo após uma viagem - certifique-se ANTES de não haver ninguém suspeito próximo;
 Mantenha os telefones de emergência fixados em um local de fácil acesso na casa;
 Estabeleça códigos de acesso à sua casa, para que se um dos moradores for surpreendido por assaltantes, possa avisar os outros de que algo não está bem;
 Caso sua casa apresente um aspecto de arrombamento não entre. Avise seus familiares e Chame a polícia;
 Caso você vier a se deparar com infratores da lei, mantenha-se calmo.
 Não discuta, não encare ou reaja - procure agir com calma indicando cada movimento e se possível procure memorizar as características pessoais, trajes, gírias, etc.
O veículo:
 Dirija com segurança, respeitando a sinalização, o policiamento e outros motoristas; e se possível, tenha o telefone de emergência da rodovia que você vai usar. Em qualquer situação, o número 190 é sempre uma alternativa.
 não ingerir bebidas alcoólica caso precise dirigir veículos, ou se ingerir, pedir para que alguém, de confiança e que não tenha ingerido bebida alcoólica, assuma a direção do veículo;
 caso seja necessário estacionar em via pública, atente para a sinalização, evite locais ermos e não permaneça por muito tempo no interior do veículo. Não deixe objetos de valor visíveis, sacolas, pacotes e documentos importantes;
 estar atento ao serviço de guardadores de veículos, pois nem todos os municípios possuem esse tipo de serviço credenciado.

Sua segurança:
 passar ao policiamento informações que possam contribuir para a prestação de um serviço eficiente de segurança pública, denunciando práticas criminosas ou irregulares, que possam comprometer o bem estar e a comodidade dos presentes;
 não aceite bebida de estranhos, podem estar adulteradas;
 divertir-se com moderação, evitando ingestão excessiva de bebidas alcoólicas;
 se você for abordado por alguém se dizendo ser policial, exija sua identificação funcional. É um direito e garantia que você dispõe;
 evitar levar consigo cartões de crédito e talões de cheque. Não ostente jóias e nem porte grandes quantias de dinheiro. Evite transitar a pé com bolsas, carteiras, telefones celulares e relógios à mostra.

Segurança das crianças:
 identifique as crianças com cartões, mesmo que já saibam falar, especificando nome, filiação, endereço e telefone para contato. Instrua a criança a não conversar com estranhos, e, se necessário, procurar um policial militar;
 orientar crianças e adolescentes que, caso se percam em meio a aglomerações, devem procurar o policiamento ou pontos de apoio do evento que estiverem participando;
Segurança do local do evento:
 verificar se as instalações do evento escolhido estão adequadas e se não oferecem risco à sua segurança e à de sua família;
 ao adentrar em um evento de grande porte, tente de imediato identificar postos de atendimento ambulatorial, de informação e do policiamento;
 estimule a prática da diversão em família e entre amigos, sempre descontraída, mas respeitadora das normas em vigor e dos direitos alheios.

Com colaboração: Setor de Comunicação Social- 23ºBPM-I

27 de jan de 2016

CONSEG se reúne nesta quarta-feira, 27

O CONSEG (Conselho Comunitário de Segurança Pública) se reúne nesta quarta-feira, 27/01 em sua 1ª reunião ordinária de 2016, a partir das 19h pela Casa da Cultura de Lorena-SP.
De acordo com presidente Darci de Lima, em pauta, estatísticas criminais e o período que se aproxima o carnaval, além de espaço democrático para o complexo diálogo da segurança, estando a população convidada a participar.
As reuniões são realizada uma vez ao mês, sempre na última quarta-feira. com duração aproximada de duas horas tendo como foco na segurança, onde toda população pode participar, podendo ser feitas solicitações, reclamações, elogios,  ou mesmo conhecer o combate ao crime, sendo um debate livre e democrático.
Representantes das Polícias Militar e Civil, vereadores, secretários municipais, entidades da cidade estarão presentes.
A Casa da Cultura fica localizada pela rua Viscondessa de Castro Lima, n° 10, Centro.

Fotomontagem: Hugo Barbeta - Reunião do CONSEG acontece nessa quarta-feira, 27/01 a partir das 19h

25 de jan de 2016

Guarda Municipal tem 20 vagas abertas em concurso

A Prefeitura Municipal de Lorena-SP por meio Secretaria Municipal de Segurança através de concurso público tem vinte vagas abertas para homens, mulheres e portadores de deficiência.
De acordo com o edital, os candidatos devem possuir mais de dezoito anos até o limite de trinta anos, estar quite com serviço militar e a justiça eleitoral, possuir ensino médio e aptidão física, além de aprovação em curso de formação.
As inscrições ficarão abertas das 10 horas de 25 de janeiro até às 23h59min do dia 25 de fevereiro 2016 (horário de Brasília), devendo ser efetuadas somente pela internet no site da FAPEC,  após inserir dados pessoais, imprimir boleto de pagamento no valor de R$80,00. Há isenção de taxa de inscrição para portadores do CadÚnico ou que comprovem quatro doações de sangue no período de dois anos, devendo enviar comprovantes à empresa organizadora via Sedex- Correios.
A remuneração é de R$1.509,13 com carga horária diferenciada de regime de trabalho, haja vista a especialidade de segurança pública.

Concurso público visa preencher 20 vagas para Guarda Civil Municipal de Lorena-SP

Veja mais sobre Guarda Municipal
Nova Guarda Municipal prometida
Guarda Municipal divulga seu balanço do mês de julho
Guarda presta auxílio em ocorrência de desinteligência
Guarda Municipal comemora seu Dia Nacional nesta sexta-feira

18 de jan de 2016

Prouni tem 207 vagas abertas em 25 cursos em Lorena

O PROUNI- (Programa Universidade para Todos) do governo federal para ingresso de estudantes de baixa renda em cursos universitários de escolas particulares está com tem duzentas e sete vagas abertas em vinte e cinco cursos em Lorena-SP.
Os cursos vão desde tecnólogos como o de Gestão de Recursos Humanos, como bacharelados como Engenharia da Computação e licenciatura como Pedagogia, nas duas instituições de ensino, FATEA (Faculdades Integradas Teresa D'Ávila) e UNISAL (Centro Universitário Salesiano campus São Joaquim).
O interessado que quiser se inscrever  é preciso ter participado do Enem de 2015 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do Exame e ter obtido nota na redação que não seja zero.
A inscrição, gratuita, deve ser feita exclusivamente pela internet, na página do ProUni a partir desta terça-feira, 19/01.
Para fazer a inscrição, o candidato deve informar o número de inscrição e a senha usados no Enem de 2015.
Podem participar da seleção das vagas os estudantes egressos do ensino médio da rede pública,estudantes egressos da rede particular, na condição de bolsistas integrais da própria escola, estudantes com deficiência, professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.
Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Divulgação: Inscrições começam nesta terça-feira, 19/01


Confira a relação dos cursos

16 de jan de 2016

BR 459 tem pontos interditados, além de ponte no trecho urbano de Lorena


Por volta das 18h deste sábado, 16/01, PRF interdita da BR 459 no trecho Lorena
A rodovia BR 459, que liga Lorena-SP ao Sul de Minas Gerais, em seu trecho lorenense tem vários pontos de bloqueio do trânsito, sendo o principal sob a ponte que corta o Rio Paraíba do Sul, ao lado da EEL-USP ( Escola de Engenharia de Lorena da Universidade de São Paulo.
Ao longo deste sábado, Policiais Rodoviários Federais, funcionários do DNIT- Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes-  e setores municipais realizavam pontos de bloqueio pois a ponte tem uma cabeceira aparentemente danificada por conta das fortes chuvas e há uma draga abandonada que está encalhada junto a um dos pilares, além de grande vegetação e garrafas plásticas pelo rio Paraíba.
O primeiro ponto de bloqueio foi feito pelo bairro Santa Edwiges no entrocamento com a rodovia SP 62 Oswaldo Ortiz Monteiro, que dá acesso à cidade de Canas e Cachoeira Paulista.
No segundo momento, o trevo da BR 459 com a avenida Targino Vilela Nunes. No sentido descida, próximo á empresa Saint Gobain, a PRF montou primeiro bloqueio, obrigando motorista a entrar acesso pelo bairro do Campinho- Ponte Nova.
Por volta das 18h10, maquinário retirava terra de uma fazenda às margens da rodovia, sendo esta despejada antes da ponte, também sinalizada com cones refletivos.
Agentes Municipais de Trânsito davam suporte para ação, supervisionados pelo diretor de trânsito Djalma Diniz, e pelo secretário municipal de Meio Ambiente Wilinilton Portugal que acompanhou os trabalhos.
Uma das alternativas é acessar a rodovia pelo bairro da Ponte Nova. Recomenda-se viajar somente em último caso.
Trevo da BR 459 na altura com a avenida Targino Vilela Nunes, mais um ponto de bloqueio antes da ponte sob o rio Paraíba do Sul.

O que aparenta ser uma draga abandonada trazida pela força da água do Rio Paraíba do Sul está encalhada sob um dos pilares da ponte da BR 459 pelo trecho de Lorena-SP onde esta se encontra interditada.

14 de jan de 2016

PM prende dupla com drogas e revólver na CECAP

Na quarta-feira, 13/01, Policiais Militares da Força Tática do 23º BPM-I (Batalhão do Interior), durante patrulhamento  pela rua Francisco Rodrigues Alves, CECAP, no município de Lorena/SP, prenderam dois homens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, sendo localizado com eles quarenta e quatro pinos de cocaína, uma porção de maconha, um aparelho celular e R$ 2.270,00 em dinheiro e um revólver municiado.
A ocorrência foi conduzida ao plantão policial para registro.

Com colaboração e fotografia: Setor de Comunicação Social- 23º BP-I

Divulgação: Setor de Comunicação do 23º BPM-I- Drogas, dinheiro e arma de fogo foram localizadas com a dupla

13 de jan de 2016

FATEA recebe Selo de Instituição Socialmente Responsável

Pelo sétimo ano consecutivo, a FATEA (Faculdades Integradas Teresa D'Ávila), em Lorena, recebe o selo de Instituição Socialmente Responsável.
Desta vez o reconhecimento foi devido à ação de prevenção às drogas, com o tema “Abra os olhos! A droga cega”, realizado entre 14 e 17 de setembro de 2015, durante o 5º Congresso Integrado do Conhecimento da FATEA.
A ação foi uma parceria do curso de Administração e do Núcleo de Extensão Universitária (NEXT), com a TV FATEA, a Comunidade Bethânia e o Grupo Alcoólicos Anônimos (AA) de Lorena-SP.
“O projeto teve como objetivo a conscientização sobre consumo de drogas lícitas e ilícitas, alertando sobre os riscos causados que afligem famílias e sociedade de modo geral", explica Rosana Montemor, coordenadora do núcleo de extensão.
Esta campanha também foi convidada a participar do Fórum sobre Paz nas Escolas, promovido pela ETEC (Escola Técnica  Estadual) Padre Carlos da Silva Lêoncio de Lorena.
O selo é uma realização da ABMES (Associação Brasileira Mantenedora do Ensino Superior), sendo conferido há dez anos e, dos quais sete, a FATEA vem recebendo esta certificação.

Com colaboração e imagem: Bianca Freitas: Assessoria de Imprensa - Faculdades Integradas Teresa D'Ávila

Divulgação: sele recebido da ABMES (Associação Brasileira Mantenedora do Ensino Superior)

Divulgação: Estande montado “Abra os olhos! A droga cega”

12 de jan de 2016

5º BIL realiza troca de comando

Na manhã de terça-feira, 12/01, foi realizada a troca de comando do 5º BIL- Batalhão de Infantaria Leve- do Exército Brasileiro sediado em Lorena-SP.
Estiverem presentes autoridades religiosa como padre Rivelino Nogueira e diácono Ney Guimarães; do poder legislativo com vereador PM Souza (PPS) e Beto Pereira (DEM); secretariado municipal com Roberto Bastos de Oliveira Júnior da pasta de Esportes Juventude e Lazer, da Segurança Municipal Elton Luiz Ribeiro; subsecretário de segurança e presidente do Conseg Darci de Lima, pelo prefeito municipal Fábio Marcondes (PSDB), poder Judiciário federal, membros do Conselho Tutelar, instituições, empresas e entidades, além de militares da reserva, do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.
O comandante Tenente-Coronel Ivon Barreto Leão em seu discurso realizou um balancete de seus dois anos à frente da instituição, passando a palavra e comando para Tenente- Coronel Orlando Giuvenduto Júnior que, de forma resumida, explanou sobre uma vasta experiência militar.
Após revista à tropa militar, houve desfile no pátio interno além de um coquetel para convidados e membros da corporação.


Solenidade no pátio interno

Militar da reserva Leovaldo Costa e o subsecretário municipal de Segurança e presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Lorena, Darci de Lima

Subsecretário municipal de Segurança e presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Lorena, Darci de Lima posa com Tenente Coronel Ivon Barreto Leão, antigo comandante do 5º BIL

Subsecretário municipal de Segurança e presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Lorena, Darci de Lima posa com Tenente- Coronel Orlando Giuvenduto Júnior, novo comandante do 5º BIL

11 de jan de 2016

Pipas e balões deixaram mais de 700 mil pessoas sem energia elétrica em 2015

Sol, férias escolares e horário de verão. Combinação perfeita para a diversão da criançada, que aproveita o período para soltar pipas e, em algumas cidades, balões festivos.
A EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte, alerta sobre os riscos e proibições que devem ser levados em conta na hora da brincadeira, já que, além de poder provocar o desligamento da rede, acidentes graves podem ocorrer. E, a soltura de balões, é crime ambiental.
“A diversão fica ainda mais prazerosa quando não se descuida da segurança e, por isso, é imprescindível que crianças e adolescentes evitem empinar pipas próximo à rede elétrica e escolham praças, campos abertos e parques”, diz Marcos Scarpa, Relações Institucionais da concessionária.
Para se ter dimensão dos problemas que pipas e balões podem causar, de acordo com levantamento da empresa, entre janeiro e dezembro do ano passado, foram registradas mais de 7.500 ocorrências nos 28 municípios da área de concessão. Como consequência, 710 mil clientes tiveram o fornecimento de energia elétrica interrompido.
Guarulhos (2.311), Itaquaquecetuba (1.004), Mogi das Cruzes (525), São José dos Campos (416) e Suzano (747) lideram o ranking de cidades com os maiores números de incidências de tal natureza.
Os números do município de Lorena não foram informados.
Nestes casos, as equipes da Distribuidora foram deslocadas para fazer a limpeza da fiação e restabelecer o fornecimento da energia interrompida por danos na rede elétrica.
Para evitar que os clientes não sofram com a interrupção no serviço, a EDP orienta sobre os perigos de empinar pipas e soltar balões próximo à rede elétrica:
A prática de soltar balão é crime previsto no Código Penal e na Lei de Crimes Ambientais. Fabricar, vender, transportar ou soltar balões gera reclusão de um a três anos, multa, ou ambas as penas;
Se o balão cair sobre uma subestação, os danos poderão ser de grande proporção, tendo como consequência a interrupção de energia para um grande número de clientes;
Alguns materiais utilizados na confecção de pipas são condutores de energia e aumentam o perigo quando em contato com a rede elétrica. Rabiolas feitas de fita VHS ou cassetes são alguns exemplos.
O uso de cerol (pó de vidro com cola) é proibido e pode acarretar em pagamento de multa pelo responsável. O cerol é um risco para motociclistas e pedestres e, também, oferece perigo no contato com a rede de energia.
Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedra presa a uma linha) ou qualquer outro item condutor de energia não devem ser lançados;
Empinar pipas em locais como lajes e muros deve ser evitado. A proximidade com a rede elétrica aumenta o risco de acidentes;
É expressamente proibido invadir as subestações da EDP para recuperar pipas e balões. Esses locais são energizados e somente pessoas autorizadas podem entrar nas estações.
Um acidente causado por descarga elétrica pode deixar sequelas como queimaduras e até causar a morte.
Vale lembrar que, em caso de qualquer anormalidade na rede da distribuidora, os consumidores devem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente, por meio do telefone 0800 721 0123, que funciona 24 horas e com ligação gratuita.

A conscientização da brincadeira segura
Ao longo de 2015, a EDP, por meio do Instituto EDP e em parceria com a Evoluir, realizou o projeto Brincando com Pipas, uma iniciativa para conscientização da importância da brincadeira segura.
Capacitação de gestores e educadores, além de palestras para as crianças, intervenções artísticas e jogos cooperativos, fizeram parte do projeto que, em Suzano, cidade que sediou as atividades na região, envolveu quatro mil estudantes da rede pública municipal.

Com colaboração: Mariana Bolognese