7 de dez de 2011

Mais um assalto pela Vila Celeste

Mais um assalto a pedestre foi registrado na noite de segunda-feira, 05/12 pelo bairro da Vila Celeste, próximo ao mercado municipal em Lorena-SP.
Segundo informações, por volta das 22h30, um jovem residente pela capital, em um trabalho volutário a serviço da igreja Adventista, retornava para o local onde estava hospedado na cidade quando foi abordado pela avenida Capitão Messias Ribeiro, próximo ao número 480, por um rapaz de cor parda, vestindo camiseta amarela brasileira, de bicicleta  que veio anunciar o assalto.
A vítima afirmou que o bandido estava armado, levando sua mochila com pertences, vinte livros didáticos, telefone celular, documentos, cartões de crédito e R$50.
Após o crime, o jovem procurou um morador que estava chegando em sua casa próxima, na qual acabou acudindo-o, ligando para o 190 Emergência da Polícia Militar.
Na sequência, uma viatura de Força Tática passou pelo local, colheu maiores informações e saiu rapidamente em patrulhamento com vistas ao ladrão. Momentos após, uma segunda viatura passou pela avenida alta velocidade.
Cerca de cinco minutos depois, uma terceira viatura veio atender a ocorrência e tomou as providências de praxe, além de fazer um trabalho psicológico para com a vítima, na tentativa de amenizar, já que estaria assustada.
A pergunta é: até quando coisas desse tipo irão acontecer no bairro? Como fica a imagem da cidade para um "turista"?
Já reportamos vários casos, assim como outros que tivemos conhecimentos dias após de ocorrer, mas que não tiveram o registro policial feito.
A região da Vila Celeste, compreendida entre o Centro ao bairro da Olaria, é uma terra onde o medo impera.
Assaltos a pedestres, furtos a casas e consultórios médicos e odontológicos são comuns. O lucro fica com empresas de monitoramento à distância, instaladores de cercas elétricas e câmeras, entre outros, por exemplo.
A sensação de insegurança e abandono é visível, basta perguntar a qualquer residente do local. Trafegar ou mesmo sair de casa depois das 18h é tarefa de risco.
A iluminação pública é vexatória. Por exemplo, a rua Delfim Bittencourt, é um local ermo, onde sempre há algum casal em práticas libidinosas em público; e também o uso de drogas, são alguns fatos que podem ser presenciados, onde na tentativa de melhora, foi feita indicação para a troca de 16 lâmpadas ao longo da rua mas que deva estar esbarrando na falta de verba, a desculpa de praxe, mas que não é um custo astronômico tendo em vista o benefício e o ganho de qualidade de vida.
O trânsito modificado, pode também estar auxiliando a criminalidade, já que em alguns ruas sem movimento intenso, o fluxo é único, fazendo assim cair a rotatividade e a vivência no bairro.
O LORENA EM FOCO está fazendo um relatório que em aproximadamente quinze dias no máximo vai estar concluído e encaminhado uma cópia ao secretário de Trânsito e Transportes, ao secretário de Segurança Municipal; a algum vereador assim como entregar pessoalmente para o Chefe do Poder Executivo, que por coincidência reside com sua família no referido bairro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.