4 de nov de 2016

Plano Preventivo de Combate às Enchentes entra em vigor


A Prefeitura Municipal de Lorena colocou em vigência desde terça-feira, 01/11 o Plano Preventivo de Combate às Enchentes (PPCE).
Criado pela gestão municipal, o intuito é estabelecer o gerenciamento de riscos associado ao período crítico de pluviosidade da cidade. É importante ressaltar que o PPCE não é um plano para acabar com as enchentes, e sim para minimizar seus efeitos.
O Decreto Municipal 7.011/2016, foi assinado pelo Prefeito Fábio Marcondes (PSDB), no último dia 26 de outubro na sede da Secretaria Municipal de Segurança, na qual contou com a presença de secretariado, autoridades, entidades, convidados e população em geral.
O PPCE foi criado para organizar a integração dos serviços públicos, com isso, será possível otimizar os recursos e a eficácia da atuação, definir previamente os procedimentos, atribuições, responsabilidades e a aplicação de recursos.
Atuando através de ações distribuídas em sete Grupos de Trabalho, resumidamente engloba emergências e urgências, saúde, assistência social, trânsito e transportes, serviços municipais, mobilização e comunicação, onde cada um terá sua ações e responsabilidade predefinidas.
O start das atuações dependerá das deflagrações dos estados de criticidade divididos em quatro níveis, partindo da Observação que segue até o dia 31 de março de 2017; o Atenção quando há chuvas intensas com indícios da possibilidade de alagamento e inundação; nível de Alerta quando há o extravassamento de rios e córregos ou pontos generalizados; e por fim o Alerta Máximo, com alagamentos intransitáveis generalizados, extravassamento de rios e córregos quando superar a capacidade de atendimento do poder público municipal.
Em seu discurso, Marcondes disse que a cidade fora vitimada no ano de 2013 por mais de 100mm de chuva, muito acima da média, resultando em tranbordamento de rios e alagando bairros, mas que serviu de experiência para o fortalecimento em ações nesse tema, destacando que obras de prevenção como manilhamento foram feitas em vários locais.

14560057_716443311858179_8281892317086563905_o
Foto: Cláudio Ribeiro. Assinatura do Decreto 7.011/2016, em 26 de outubro
Pluviômetros
Em parceria com o CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento de Alerta de Desastres Naturais), órgão do Ministério de Ciências, Tecnologia e Informação, foram adquiridos equipamentos para auxiliar o monitoramento das chuvas, entre eles, dois pluviômetros automáticos e seis semi-automáticos (aparelho para medir o índice de chuva).
No início deste mês, foi instalado um fluviômetro na Ponte do Rio Mandi, localizada na Avenida Marechal Argolo. Este equipamento mede o nível do rio e também é de grande importância para auxiliar no monitoramento da cidade nos dias de chuva, e assim facilitar e agilizar a atuação em casos de urgência.
DSC_0173Fluviômetro da Av. Marechal Argolo
Obras
Em contrapartida, a Prefeitura ao longo dos últimos quatro anos, vem investindo significativamente em obras de drenagem, por meio do PCAP 1 (Programa de Captação de Águas Pluviais), e já investiu R$3 milhões. As regiões beneficiadas foram:
– Bairro Cidade Industrial, foram realizadas 2 macrodrenagens, desviando a captação para o Rio São João (Vila Rica);
– Na Vila Vicentina ( Parque das Rodovias), foram realizadas obras de drenagem, que passam também pela Alameda Armênio Gomes e pela Rua Joaquim Miguel, direcionando a água para o Rio Mandi;
– Nos Bairros da Vila Brito e Vila Nunes foram realizadas obras na Rua Frederica Sacilott;
– No Bairro da Cabelinha foi refeita a rede, desde a Igreja de São Sebastião até o Peri;
– Foi reconstruída a comporta de transbordo entre a Vila Brito e Nova Lorena, com bombeamento das águas.
12310568_569083906594121_7732259112508951980_nRegistro da obra no bairro Cidade Industrial, entregue em 2015

2017
Para o próximo ano a Prefeitura iniciará mais obras de drenagem com o PCAP II. As obras terão atuação em outros pontos da cidade, que precisam da intervenção e ainda sofrem com alagamentos. A definição das futuras obras levará em conta os dados e levantamentos realizados pelo do Plano Diretor, e que está em fase final de elaboração.
Também é importante destacar o trabalho iniciado no mês de outubro de desassoreamento dos rios e canais e a limpeza das galerias pluviais.
DSC_0140Foto: Cláudio Ribeiro. Desassoreamento no Rio Mandi, no bairro Santa EdwigesCom colaboração e fotografias: Secretaria Municipal de Comunicação Social- Prefeitura Municipal de Lorena/SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.