13 de jul de 2018

EDP e CCR Nova Dutra alertam sobre perigos de pipas nesta época de férias

Com a chegada das férias escolares jovens e crianças aproveitam o tempo livre para brincar e se divertir. Empinar pipas é uma das atividades de lazer realizadas neste período e nos bairros de municípios muito próximos da via Dutra, não é difícil as equipes de operação da CCR NovaDutra avistarem crianças e adultos empinando pipas nos canteiros laterais e trevos da rodovia, onde a brincadeira se torna um perigo.
Levantamento realizado pela EDP, distribuidora de energia elétrica do Vale do Paraíba, mostra que no período de férias escolares o volume de ocorrências envolvendo pipas no sistema elétrico aumenta, em média, 15%. Nos municípios atendidos pela Concessionária na região, durante o primeiro semestre de 2018, foram registrados 801 incidentes, dos quais 51% ocorreram em janeiro e junho.
Quando o semestre letivo termina, empinar pipas torna-se um dos passatempos preferidos de muitas crianças e jovens. Uma brincadeira saudável, mas que precisa de ser feita de forma segura para evitar acidentes e desligamentos da rede de energia. Marcos Scarpa, relações institucionais da EDP, reforça algumas orientações que são sempre lembradas nos projetos educacionais da Concessionária com a comunidade: “o recomendado é buscar espaços abertos, como parques, praças e campos onde não exista o risco de contato com os fios de energia”.
Em 2017 foram registradas 114 ocorrências relacionadas a pipas na via Dutra. Dessas, duas foram acidentes e uma resultou em fatalidade. Preocupada com o risco dessa prática a Concessionária realiza uma campanha educativa, com distribuição de 4 mil folhetos informativos e orientações às comunidades do entorno e aos comércios, além de veiculação de dicas de segurança na programação da CCRFM 107,5.
A entrega dos folhetos é realizada pelas equipes do SOS Usuário da Concessionária, que são treinadas para orientar as comunidades lindeiras. “A distração de uma criança correndo atrás de uma pipa ou até uma linha com cerol baixa na rodovia pode gerar acidentes graves para motoristas e pedestres. A CCR NovaDutra acredita que conscientizar a população é uma maneira eficaz de prevenir essas ocorrências”, salienta o gestor de Atendimento da CCR NovaDutra, Virgílio Leocádio.
Além do local adequado, é preciso cuidado com os materiais usados na confecção de pipas, como as rabiolas feitas de fios de nylon, que são cortantes e condutores de energia. Se encostarem nos cabos de alta-tensão, além da possível interrupção no fornecimento da energia, podem causar acidentes graves, queimaduras e até mortes. “É importante lembrar que o uso de cerol é extremamente perigoso e pode gerar multa ou a prisão de quem utiliza ou comercializa o produto”, completa Scarpa.

 
EDP -Ranking de ocorrências no Vale do Paraíba – 1º semestre de 2018 -
MUNICÍPIO
OCORRÊNCIAS
São José dos campos
169
Caraguatatuba
98
Taubaté
95
Pindamonhangaba
82
Lorena
79
Jacareí
76
Cruzeiro
47
São Sebastião
37
Guaratinguetá
34
Caçapava
20
Tremembé
18
Potim
13
Aparecida
12
Cachoeira paulista
11
Roseira
4
Santa branca
3
Canas
2
Jambeiro
1
Monteiro lobato
--

Principais dicas para empinar pipas de forma segura
· Alguns materiais utilizados na confecção de pipas são condutores de energia e aumentam o perigo quando estão em contato com a rede elétrica. Rabiola feita de fios de nylon é um exemplo;
· O uso de cerol (mistura de pó de vidro com cola) é proibido e pode acarretar em pagamento de multa pelo responsável. O cerol é um risco para motociclistas e pedestres e oferece perigo no contato com a rede de energia. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;
· Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedras presas a uma linha) ou qualquer outro item condutor de energia não devem ser lançados sobre a rede;
· Empinar pipas em locais como lajes e muros deve ser evitado. A proximidade com a rede elétrica aumenta o risco de acidentes;
· É expressamente proibido invadir as subestações da EDP para recuperar pipas. Esses locais são energizados e somente pessoas autorizadas podem entrar nas estações.
• Empine pipas longe da rede elétrica e da rodovia;
• Procure espaços como parques, praças e campos de futebol;
• Cuidado com os ciclistas e motociclistas. As linhas podem não ser vistas, causando graves acidentes e até mortes;
• Não suba em lajes de casas para empinar pipas. Distrações causam quedas;
• É proibido o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de papagaios ou pipas (Lei Estadual nº 12.192).

Com Colaboração: EDP- Mariana Bolognese
CCR Nova Dutra- Ana Amélia Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.

/body