20 de set de 2011

Iluminação pública em foco

A questão da iluminação pública está novamente em foco.
Já debatido anteriormente pelo LORENA EM FOCO, o assunto foi colocado em pauta na sessão de Câmara dos Vereadores de Lorena-SP, realizada ontem,19/09.
Já é certa e unânime a problemática e ineficiência das lâmpadas atuais.
A falta da assinatura e implantação de um convênio, na época, chamado de programa ReLuz , programa do governo federal em parceria com concessionárias de energia e prefeituras, na qual previa a troca e instalação de todas as lâmpadas antigas de vapor de mercúrio por vapor de sódio, mais claras e de menor consumo mensal.  Ou seja, um benefício ambiental e monetário.
Nisso, a população lorenense paga mensalmente, embutida na conta de energia regular, uma taxa para subsidiar o custeio para tentar manter a cidade iluminada.
Ainda, com as lâmpadas arcaicas existentes, a questão de que o globo de vidro que faz a proteção, há casos que estão com uma sujeira interna tão grande com algo similiar a uma espécie de pó, resulta em prejudicar o fraco facho de luz.
Algumas medidas foram tomadas, com a troca realizada em algumas avenidas. Avenidas Peixoto de Castro; Sete de Setembro; Coronel Marciano, são alguns exemplos.
Até a estrada Líbero Laurindo que liga o bairro da Ponte Nova para a região central e outros bairros, recebeu nova iluminação mas algumas se encontram queimadas atualmente. Só passar pelo local e constatar.
Podemos destacar também a falta de interesse por parte de gestores públicos para o trecho urbano da BR 459, que liga Lorena a Itajubá, onde no ínicio deste ano, uma criança foi fatalmente atropelada, onde caso existisse iluminação poderia ser evitada a morte precoce.
Sem dizer em ruas em que a arborização também ajuda no apagão urbano, como a rua Delfim Bittencourt, pela Vila Celeste, favorecendo atos libidinosos e até criminais.
Pela praça do Conde de Moreira Lima, onde a Santa Casa com inauguração de uma nova portaria social, tem que arcar com também a iluminação evitando assim ou tentando diminuir ação também criminosa.
Pela praça Arnolfo de Azevedo, um conjunto de obras feitas de qualquer jeito. Pelo projeto de revitalização na época de administrações anteriores, dá a entender que o tópico "claridade e segurança" não foi levado a sério.
Atualmente, há vários holofotes na tentativa de iluminar o local, resultando em um caso bizarro. Tem lâmpada de cor verde, branca, vermelha, mas nada eficiente para se orgulhar. Foram os "puxadinhos e gambiarras" ao longo de anos, nada tão concreto e levado a sério. O resultado? Úso e tráfico de drogas pelo escurinho.
Chegando pela rodoviária da cidade, rua Padre João Renaudin, o turista já pode ter ideia como é o restante daqui. Consegue enxergar algo?
Agora, é fornecido um telefone da Prefeitura para o cidadão fazer queixa sobre o assunto.
Fica a sugestão do trabalho de uma equipe noturna para fazer vistorias, trocas e reparos na iluminação.
Cidade iluminada, ganha em qualidade de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.