10 de jan de 2011

Polícia Civil faz balanço de 2010 e opinião

A Polícia Civil, através do delegado titular de Lorena-SP, Wilson Estevam de Moraes, em entrevista para o jornal Guaypacaré, desta semana, divulgou um balanço sobre 2010.
Por meio do SIG (Setor de Investigações Gerais) cumpriram 179 mandados de prisão, 14 mandados de busca e apreensão  com a apreensão de menores de idade, juntamente com 79 ordens de servição, que são as ordens do delegado para esclarecimentos de delitos diversos.
Ou seja, em média,  a cada 2 dias, foi cumprido um mandado de prisão.
Com relação aos homicídios, um dos fatores relevantes para a sensação de segurança lorenense, afirma-se o esclarecimento de 6 dos 11( ainda não oficializados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública), totais ocorridos na cidade no ano passado.
Os outros restantes, assim como os outros crimes ainda não esclarecidos, o setor continua  com empenho afirmou o delegado.


Emblema em viatura da Polícia Civil de Lorena-SP



NOTA do LORENA EM FOCO: para a Polícia Civil, gostaríamos que seus agentes fossem mais transparentes, haja vista a dificuldade para colher informações.
Cabe ainda, esclarecer o paradeiro do principal caso da cidade: o sumiço da comerciária Caren França.
Ainda, nas duas delegacias da cidade, ao nosso ponto de vista, encontram-se precários e com mau atendimento.
No 1º DP, do centro, há dificuldade de estacionar-se, problemas na manutenção do prédio, tornar um melhor ambiente como é o caso de Delegacias Participativas, onde é dado um "tratamento ágil e mais humano", para aqueles que necessitam.
Pelo setor de RG, há falta de acesso a deficientes físicos, atendimento.
No 2º DP, vila geny, com uma singela reforma externa, acabou resultando em uma estética melhor, porém o plantão policial é precário, sem contar ser constrangedor em muitos casos. Ainda, por exemplo, se um cidadão quiser registrar um boletim de ocorrência, e se já tiver uma ocorrência em flagrante pela Polícia Militar, levará horas para o segundo registro. Há poucos funcionários e muito o que fazer.
O setor da Ciretran, funciona também pelo local, é arcaico, tem problemas estruturais, onde o que se vê são divisórias e portas com problemas.
Se fosse um serviço rápido, eficiente e de qualidade prestados, não haveria necessidade de espalhar tantos dizeres de ser crime desacatar funcionário público.
Somente quem precisa dos serviços da Polícia Civil, sabe as dificuldades e esses problemas acima relatados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.