12 de ago de 2011

Filho de paciente com grave doença faz reclamação; Secretaria esclarece

O pintor, Luis Claudio Tenório dos Santos, 27 anos, reclama de problemas de atendimento, fornecimento de remédio e tratamento  prestados pelo Centro de Saúde de Lorena-SP.
O LORENA EM FOCO foi procurado no início da tarde de quarta-feira, 10/07 e foi até o local.
De acordo com ele após seu pai ter tuberculose diagnosticada, ficou internado duas semanas na Santa Casa, onde teve alta e procurou o posto de saúde da Cecap, na qual reside, para pegar o remédio receitado.
Orientado a procurar o Centro de Saúde, já que pelo posto não tinha, precisou sair às pressas do serviço para tentar resolver o impasse, já que o familiar está bem debilitado, sendo constatado por um um vídeo feito pelo seu celular.
Com receita de três vias em mãos e um pouco exaltado, devido a não resolução do problema, foi relatando os fatos e segundo ele, uma atendente disse que o remédio não tinha no posto do bairro devido a furtos.
Procurada para esclarecer sobre o caso, a chefe do setor de Vigilância Epidemiológica, Katia Moura, afirmou que a Secretaria Municipal de Saúde segue um protocolo do Ministério da Saúde nesses casos.
"Na primeira fase, cerca de trinta dias, o paciente recebe medicamento através do tratamento supervisionado, ou seja, na presença de um enfermeiro para que tenha certeza de que tomou". explica.
Para isso, é necessário o deslocamento até o Centro de Saúde nesse primeiro momento.
A recomendação, é que o paciente tome todos os dias em jejum e não pode fumar; um dos problemas apontados no caso do aposentado.
Na segunda fase, um agente de saúde vai visitar o paciente todos os dias em sua casa e administrar a medicação, para não poder abandonar o tratamento, que leva alguns meses.
Em caso de desistência, nesses casos, o vírus da doença, quando não eliminado, retorna mais forte, tornando mais difícil e ainda mais prolongada a sua cura.
Sobre o furto citado anteriormente, Moura disse desconhecer tal fato.
O diagnóstico e o tratamento são gratuitos e feitos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), onde vinte pacientes atualmente fazem tratamento contra tuberculose em Lorena-SP.
A tuberculose mata, anualmente, em todo o planeta, 1,7 milhão de pessoas e o número atual de doentes, cerca de 9 milhões, é o mais alto registrado na história, ocorrendo em sua maioria em países pobres e emergentes, principalmente na África Subsaareana.




Confira os sintomas:
  • Tosse seca por mais de três semanas, sendo não alérgica;
  • Falta de apetite;
  • Perda de peso;
  • Cansaço;
  • Dor Peito;
  • Febre no fim do dia;
  • Suor Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.