1 de ago de 2011

Opinião: A Praça do Conde

A conhecida Praça Conde Moreira Lima, região central de Lorena-SP, há tempos vem enfrentando vários problemas, já conhecidos pela maior parte da população lorenense ou quem mais necessite dela ou simplesmente apenas trafega pelo local.
Conde Moreira Lima, foi um pioneiro e um empreendedor, além de possuir inteligência e dinheiro, com várias construções realizadas por ele, resumidamente dizendo, aonde aquela praça, caso estivesse vivo, certamente iria resolver todos os problemas na qual vamos dizer.
Noticiada pelo sitio oficial da Prefeitura Municipal de Lorena, na qual a supra citada recebeu melhorias  no tocante à iluminação, na noite de ontem, domingo, 31/07, um ponto foi melhorado, não há do que se questionar, foi instalado um holofote, uma solução de menor custo, provavelmente mais acessível para o setor de iluminação pública municipal.
Entretanto, na mesma praça, na mesma noite, contamos mais de quinze postes apagados, na qual, graças a obras recém inauguradas da portaria da Santa Casa, a iluminação proveniente de lá foi sabiamente pensada para ser jogada para o interior do espaço público. Ou seja, a administração particular tentando solucionar algo na qual cabeira o dever e responsabilidade de ser feito pelo seta administração pública municipal.
Na escuridão, geralmente, muitos bandidos aproveitam esse fator para cometer alguns delitos como roubos, tráfico e uso de drogas.
É notório o fator iluminação como forma de inibir tais ações. Infelizmente na cidade, o projeto Reluz não existe e pelo visto nem tem previsão de ser inicializado. Que inveja da administração da vizinha Guaratinguetá, onde conseguiu fazer a troca de todas as lâmpadas dos postes, gerando assim maior iluminação com lâmpadas mais fortes ao mesmo tempo mais econômicas, quem sabe assim não precisariamos ficar pagando uma taxa de R$2,73 na conta de luz mensal. Ou quem sabe, pagar por uma coisa justa, na qual estamos sentindo o custo/ benefício.
Em outra vertente, aquele ponto de ônibus circular, tanto como intermunicipal. A lombofaixa, foi um benefício que poderia ser feita em outro ponto. Na realidade, nua e crua, ficou uma droga. Vamos aguardar para o período das chuvas, já que o local, assim como muitos pontos da cidade, a água pluvial apenas escorre pelos cantos pela cidade, que apesar dos paralelepípedos arcaicos fazerem uma drenagem básica, em muitos locais não há tubulação que facilmente poderia despeja-la pelo rio Taboão, um dos que cortam Lorena.
O ponto de ônibus na qual é um mais um puxadinho, em menor escala, daquilo que chamam de rodoviária. O ônibus encosta, fica com a rabeira em cima da lombofaixa, já que o recuo é insuficiente para manobrar a saída, o passageiro se espreme, tem que fazer esforço para subir, já que a calçada é bem abaixo do primeiro degrau do veículo, e que por sorte vai poder viajar. Nesse sentido, em uma primeira oportunidade, compra um carro semiusado, já que não consegue usar bicicleta para circular dentro da cidade, e pelo local também não há um bicicletário municipal para deixar esse meio de transporte enquanto usa outros. E retomando, mais um carro, indo ao contrário da lógica ambiental, é mais um para congestionar durante a hora do rush, ou seja, período entre às 17h até ás 19h.
Na praça do Conde, aqueles quiosques que vendem lanches, ou melhor, um ou outro. Sexta-feira, 28/07, um estava fechado em horário comercial. Uma pessoa disse que tem final de semana que rola um pagode ao vivo.
E quem chega de Guará, como que consegue atravessar o ponto até a passagem da linha férrea? é como mega sena. Um a cada milhão de tentativa, consegue.
Na porta de hospital, por lá há um ponto de táxi. Mas a marcação do ponto, sempre está maior do que o número de veículos disponiveis, será que está atualizada aquelas licenças, já que estão sobrando espaço. Enquanto isso, quem vai até a Santa Casa, necessita "se virar nos 30" para achar alguma vaga para estacionar.
A mesma praça. deveria receber uma reforma nesse sentido. Fazer um recuo para se estacionar a 45º. E o problema vai se agravar em breve, já que está sendo prevista a construção do AME (Ambulatório Médico de Especialidades), atendendo todo o fundo do Vale do Paraíba. Ou seja, uma referência,, mas e a estrutura básica?
Se só Jesus Cristo conseguiu vencer a morte, ressuscitando, bem que poderiam quebrar o galho e trazer o Conde Moreira Lima novamente em vida, nem que seriam apenas algumas poucas horas.
Quem sabe resolveria algumas coisas atualmente, já que resolveu muitas outras no passado, bem mais difíceis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.