12 de fev de 2011

Enquanto prosseguem obras e projetos na área de Saúde, Pronto Socorro não tem água para pacientes em espera

Com o prosseguimento de obras do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) com previsão de término em meados deste ano, assim como a luta por uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), por parte dos vereadores de Lorena-SP, a população anseja por uma medida mais simples: o fornecimento de água para se beber no interior  da sala de espera de atendimento do Pronto Socorro  da Santa Casa.
Com o calor intenso de Verão dos últimos dias, o LORENA EM FOCO tem recebido muitas reclamações nesse sentido.
Na semana fomos duas vezes para constatar o problema: segunda-feira 07/02, um bebedouro instalado, ainda com a película de proteção plástica, modelo conjugado, ou seja, tanto para uso adulto, como adaptado para uso infantil não saia água. Pela manhã de hoje, sábado 12/02, por volta das 10h, o mesmo bebedouro aparentava ter sido mexido, mas com sérios vazamentos contínuos em suas torneiras, ainda, um desperdício.
Pacientes esperavam ser chamados para o atendimento sentados, enquanto alguns permaneciam de pé, e o calor novamente forte, com temperaturas máximas previstas de 34º graus, segundo o CEPTEC- INPE.
Tentamos uma contato com o serviço de Ouvidoria da Santa Casa, na segunda-feira, 07/02 às 18h21, mas até o momento desta publicação não recebemos nenhum retorno.
Ainda, encontramos uma segunda dificuldade/problema: atravessar a pé pela lombofaixa instalada em frente ao Pronto Socorro, pela Rua Dom Bosco.

Desrespeito à faixa de pedestres.- infração gravíssima
Com futuramente a criação de um pólo de saúde pela rua Dom Bosco, seja através do Pronto Socorro e com o AME, como medida de contenção de trânsito de veículos, foi instalada pelo Departamento de Trânsito de Lorena-SP uma lombofaixa, ou seja, um  junção de lombada com faixa de pedetres.
Entretanto a mesma não é respeitada.
Com o trânsito de veículos intenso, como carros, motos, caminhões de reboque de seguradoras, ninguém dá a preferência de passagem.Apenas com uma brecha, juntamente com um morador, conseguimos realizar a travessia.
Conforme determina o Còdigo de Trânsito Brasileiro, a não preferência de passagem do pedestre pella faixa de segurança é uma infração gravíssima, punida com multa de até R$ 191,54 ou seja, muito mais do que desrespeitar a preferência do pedestre na faixa tem que ser sentido no bolso e na CNH.
Pela cidade deveria-se fazer um trabalho de conscientização, como é realizado em Guaratinguetá-SP, com o ensino de trânsito nas escolas municipais, educando desde pequeno; e para os motoristas, como medida de curto prazo, a elaboração de uma cartilha educatica.
Em seguida colocar um agente de trânsito lá, e só observar e multar.


Veja o CTB:Art. 70. Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições deste Código.


Parágrafo único. Nos locais em que houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada preferência aos pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos.

Art. 71. O órgão ou entidade com circunscrição sobre a via manterá, obrigatoriamente, (ou seja a Prefeitura através do Departamento de Trânsito) as faixas e passagens de pedestres em boas condições de visibilidade, higiene, segurança e sinalização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.