18 de fev de 2011

Horário de verão acaba neste domingo- atrase seu relógio em uma hora

O conhecido Horário de Verão deverá acabar na madrugada deste domingo, 20/02 em todos os Estados que foram implantados.
A população quando deve atrasar o relógio em uma hora quando fizer meia noite, na virada de sábado para domingo.
Com início no ano passado, das zero horas de 17/10 (outubro), abrangeu os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal. Estados da região Norte e Nordeste foram poupadas devido a proximidade com a linha do Equador, onde resulta em um consumo menor comparado com o Brasil em um todo.
A 37ª edição do Horário de Verão brasileiro gerou quase 5% de economia no período.

Economia
Segundo previsões, que ainda vão ser confirmadas e reveladas pelo governo daqui a duas semanas, a economia no sistema elétrico interligado brasileiro, de acordo com avaliações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), deverá ser de 4,6% de redução na demanda máxima, superando o valor de 2.530 MW. Dois fatores devemos considerar:
  • iluminação pública é acionada em horário reduzido com melhor aproveitamento da luz solar;
Ou seja, a precária e defasada iluminação nos centros urbanos demanda significativa parcela no bolo do consumo. É necessário maior investimento para a modernização das lâmpadas atuais usadas.
  • consumo residencial é elevado depois das 18h, considerado horário de pico devido principalmente ao uso intenso de chuveiro elétrico;
Calcula-se em 30% a despesa total de energia, deste item nas residências. O governo deveria facilitar a compra e instalação de aquecedores solares para todos, onde resulta em uma forma ecológica aquecimento de água para o banho, de certa forma simples e sustentável em nosso século.

Polêmica
Admirado por alguns e odiado por muitos, o Horário de Verão é uma forma de economia de energia.
Para uns, uma economia pífia, haja visto o grandes desconfortos que acabam causando para a pessoa se adaptar, onde apresentam problemas para dormir, com o desequilíbrio do relógio biológico, falta de apetite ou refeições anormais, além de mal estar, fadiga e até enjoo.

Em Lorena-SP
O LORENA EM FOCO ouviu alguns lorenenses.
Alguns estudantes reclamaram em acordar cedo, no horário entre as 6h, porque ainda está escuro.
Não é o caso, para a estudante Camila Correa, 24 anos, moradora da Vila Geny, que relatou diz ter algumas dificuldades para adaptação, como dormir em horário comum e para se aliemntar, mas que gosta do horário de verão e que deve continuar "Rende mais o dia e é mais seguro pra ir pra escola"esclarece.
Para o mecânico montador Tiarles Maciel, 25 anos, também morador do mesmo bairro, a opinião é inversa. Não gosta da medida adotada pelo governo, pois afirma a demora para escurecer, em terminar o dia. Disse não ter problemas em alimentação e no sono e na hora do atraso dos relógios, estará rodando turno de serviço normalmente em uma multinacional.


Reprodução- Astronomy Picture of the Day -NASA- USA- imagem divulgada no ano 200- o mundo à noite visto por satélite

 Surgimento da medida no mundo e no Brasil
Segundo pesquisas, o horário de verão é antigo pelo mundo.
A idéia de aproveitar melhor o tempo de exposição da luz solar surgiu junto com o descobrimento da eletricidade, por volta de 1784.
Posteriormente, em períodos de guerra, onde os países necessitavam de uma economia de energia elétrica, como nas cidades bombardeadas; se defendendo de ataques; seja para uma demanda a ser usada pelas fábricas de material bélico.
Pelo Brasil foi implantado pela primeira vez em 1931, onde registrou  intervalos intercalados da medida. Porém deste 1985 todos os anos é regularmente adotado.
Ganhou mais destaque entre os anos de 2001 e 2002 com a crise energética provocada por falta de investimentos e aliada a uma temporada de fortes secas, já que a principal fonte energética do país é a hidroelétrica, ou seja, uma energia limpa e renovável que usa a força de rios.
Está em curso, encaminhado para a Câmara de Deputados Federais, em Brasília, alguns projetos de lei para aboli-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.