26 de fev de 2011

Trio de assaltantes mobiliza policiais da região e um policial civil de Lorena acaba morto

Uma sexta-feira de fevereiro para não ser esquecida. A última do mês, que era pra ser tranquila, foi marcada pela ação de três criminosos.
Segundo informações, logo pela manhã, por volta das 11h, o trio anunciou um assalto a uma joalheria na região central de Cruzeiro-SP, onde em pouco tempo e com a  reação do proprietário, acabaram empreendendo fuga com certa quantia de dinheiro, pertences e jóias, tomando sentido SP 62- (estrada velha Rio- SP), onde próximo ao trevo de Canas, acabaram capotando o carro em alta velocidade em uma perseguição policial.
No acidente, um suspeito ficou ferido, preso e encaminhado aos cuidados médicos, onde o restante (dois) continuaram a fugir com os produtos do roubo por uma região de fazendas e de mata fechada.
A partir desse momento iniciou-se uma enorme operação policial de captura. Viaturas de várias cidades ligadas ao 23º Batalhão da PM.
Até policiais militares do canil do 5º Batalhão de Taubaté foram chamados no apoio, assim como policiais militares Ambientais de Guaratinguetá utilizando-se de barco no rio Paraíba do Sul, e com dois helicópteros: Grupamento Águia da PM e  Pelicano da polícia Civil.
Policiais Rodoviários Federais, juntamente com policias civis, estiveram também presentes para o cerco. Foi quando, em determinado momento, encontraram os suspeitos, em uma mata fechada, ocorrendo uma troca de tiros. Nesse instante o investigador da policial civil de Lorena,  Eliazar Rocha de Carvalho, 37 anos, veio a receber dois tiros na cabeça, vindo a morrer pelo local.
No decorrer da tarde, dois jovens foram detidos, sujos de lama, levados à delegacia mas não foram reconhecidos, sendo liberados.
Pela cidade era visível a intensa movimentação policial na tentativa de fazer um cerco. Tanto que pela região central e pelo bairro da Cabelinha, por volta das 17h, o Águia fazia um sobrevoo rasante, como de praxe, levando as crianças que saiam de uma escola infantil particular à euforia. Muitos acenavam, gritavam alegremente.Já os pais, estavam receosos quanto à situação.

Pela região do Campinho, muitas viaturas, já que é acesso a bairros rurais daquele local.
Os dois suspeitos ainda não foram presos. As buscas continuam no fim de semana. Acredita-se que são da região do Vale do Paraíba mesmo.
A policia ainda vai trabalhar com as imagens do circuito interno de filmagem da joalheria.

O LORENA EM FOCO recebeu algumas informações ontem, mas achamos melhor, colher maiores informações, checa-lás aguardar as coisas se acalmarem para publicar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog de Notícias com finalidade de divulgar a cidade de Lorena-SP.
Agradecemos sua visita e se assim desejar, deixe seu comentário.